Menu

Linhas de tratamento


Alto teor de óleos e graxas / Linha cinza

A linha cinza foi projetada para receber efluentes que contêm alta concentração de óleo, como graxas, borras oleosas de origem mineral, vegetal ou sintética, que vêm de indústrias químicas, petroquímicas e de acabamento de metais. Esses efluentes, com ou sem pré-tratamento, serão tratados para remover óleos e graxas, de modo a atender aos requisitos do artigo 19A do Decreto Estadual 8.468/76.

Efluentes recebidos:

Efluentes oleosos, borras de óleo e emulsões óleo/água provenientes de:

• Indústrias de laminação a quente, a frio.
• Produção de alumínio e de latas.
• Indústria de acabamento de metais.
• Processamento de alimentos e carcaças de animais.
• Produção de lã, processo de curtimento.
• Refinarias de petróleo.

Instalações de descarga:

• 2 baias para descarregamento simultâneo.
• Vazão média: 240 m³/dia.
• Capacidade: 16 caminhões/dia.

Processo de tratamento:

• Remoção de sólidos por gradeamento manual.
• Remoção de óleos sobrenadantes por skimmer.
• Remoção de óleos por sistema separador de água e óleo.
• Floculação com adição de polímeros ou outro coagulante mais adequado.
• Flotação por ar dissolvido.
• Desaguamento do lodo em centrífuga.

Destinação:

• Efluentes tratados: estação de tratamento de esgotos da Sabesp.
• Resíduos sólidos: de acordo com as características, os resíduos oleosos podem ser destinados à indústria cerâmica como desmoldante, rerrefino, coprocessamento ou aterros sanitários para resíduos perigosos, administrados pela Estre Ambiental.